sábado, 12 de junho de 2010

O Beijo.


Foto e escultura "O Beijo".

Em San Diego, um belo passeio cultural que se pode fazer é visitar o Museu Porta-aviões Midway, atracado na baia da cidade. A enorme belonave transformada em museu foi construída em 1960 e recebeu o nome de Midway em homenagem a famosa batalha de junho de 1942. Visitei o super organizado museu, mas não é esse o assunto do texto.
Nos entornos da baia de San Diego há uma atmosfera militar que nos remete à guerra, a armas, batalhas e afins. Assim, ao lado do Midway há uma escultura de oito metros de altura de um marinheiro beijando uma enfermeira, e é sobre isso que quero falar.
No final da Segunda Guerra Mundial, quando foi anunciada a rendição do Japão, e o povo americano em euforia comemorava a vitória nas ruas, o fotógrafo Alfred Eisenstaedt fez uma foto, que se tornou famosa, de um marinheiro beijando uma jovem enfermeira na Times Square de Nova York. "O Beijo", como ficou conhecida a foto, retrata o instante no qual a enfermeira Edith Shain de 26 anos era beijada por um marinheiro que, empolgado, distribuia beijos a todas as moças naquele momento. Curiosamente, nunca se soube a identidade do marinheiro, já a enfermeira esteve no mesmo local em 2005 para inauguração da estátua “O Beijo” e contou que havia dado um tapa no rosto do ousado marujo.
Em 2005, quando o artista J. Seward Johnson foi convidado a participar na exposição anual de esculturas de grande escala exibidos ao longo do Bayfront em Sarasota, na Flórida, ele decidiu recriar a foto numa escultura de 26 pés de altura. Essa obra, reproduzida em várias cidades americanas, encontra-se numa praça ao lado do Midway e é uma atração que ninguém deve perder.
Evoco a escultura e a simbologia que ela representa neste dia em homenagem a todos os namorados, namoradas e românticos de todo mundo. JAIR, Floripa, 12/06/10.

3 comentários:

C. Maluche disse...

Poemas Beijo
[Trecho do Livro 'A Máquina']
Seu coração disse pra sua cabeça, vá, e sua cabeça disse pra sua coragem, vou, e sua coragem respondeu, vou nada, mas sua boca não ouviu e beijou.

Abraço Jair

Cesar Maluche

J. Carlos disse...

beijemos, pois.

Brandina disse...

O beijo entre um marinheiro e uma enfermeira em plena Times Square, em Nova York, comemorando o fim da Segunda Guerra Mundial, imortalizado por uma fotografia da revista Life 65 anos atrás, será homenageado neste final de semana com um 'beijo coletivo'.

Os organizadores do evento esperam que centenas de pessoas participem da recriação da icônica imagem do fotógrafo Alfred Eisenstaedt, feita em 14 de agosto de 1945, dia da rendição japonesa aos Estados Unidos.

Os 'beijoqueiros' se concentrarão na base de uma estátua colorida de oito metros de altura, que reproduz a célebre foto em três dimensões e foi instalada provisoriamente na esquina da rua 44 com Broadway, exato ponto onde a imagem foi feita.

Eisenstaedt morreu em 1995, e a enfermeira, Edith Shain, faleceu no início de 2010, aos 91 anos.