domingo, 8 de fevereiro de 2009

FELIZ ANIVERSÁRIO!


Bem, para quem não sabe, ontem completei sessenta e três anos e fui cumprimentado por alguns amigos, entre eles, um velho amigo de longa data que enviou a mensagem que segue. Agradeci os cumprimentos dele com outra, o que ensejou a terceira mensagem da série que me motivou publicá-las como uma espécie de reflexão sobre à inexorável marcha do tempo que nos afeta:

Aceite o sincero abraço virtual de outro veterano! Felicitações pelo seu natalício, sinceramente, Leonel T. Rodrigues.

Leonel, Obrigado meu amigo. Só que, a nós com mais de sessenta, apresenta-se uma espécie de paradoxo: Ao tempo que ficamos felizes por estarmos vivos com essa idade, nos entristece saber que nossos sentidos, nossos órgãos e nossos sistemas já não respondem com a mesma presteza aos nossos desejos, ficamos um pouco saudosos de dias mais jovens. Que fazer, a vida é assim mesmo, quem não quiser que assim seja, desista dela! Abraços, JAIR.

Amigo Jair, Tudo tem sua compensação. Se alguns órgãos já não respondem com a mesma presteza de outrora, temos hoje mais conhecimento e uma visão mais clara do todo como nunca tivemos antes. Isto porque, ao contrário de alguns, teimamos em nos manter atualizados com o nosso tempo e acompanhamos de cima a evolução da nossa civilização! Deixamos de perder tempo com coisas superficiais e aprendemos a apreciar as coisas essenciais, e também temos discernimento para saber separar umas das outras. E, afinal, nem somos tão velhos assim. Quando éramos mais novos, pensávamos que pessoas com a nossa idade atual estavam acabadas, mas agora sabemos que não é isto! Somos, hoje, muito mais capazes intelectualmente do que antes, só não temos, talvez, a mesma disposição de se aventurar que tínhamos tempos atrás! Saibamos apreciar os bons vinhos, as boas iguarias e as boas coroas, já que superamos a idade do lobo, onde os homens perseguem chapeuzinho vermelho e acabam na cama com a vovó! Agora, partimos mesmo é à caça das vovós! Outro abração do, Leonel.

3 comentários:

Adri disse...

Feliz aniversario novamente.... Eh bom saber que com a tecnologia de hoje, a experience, sabedoria e anos de aprendimento que voce tem, agora possa recordar e ser compartilhada com os que te ama, atraves da internet....

Um abracao de teu filho...

Saulo disse...

Tio Jair, ao brindar pelo seu aniversário anual e/ou diário, demonstrando já ter superado combativos/vorazes tubarões humanos e apresentado/protegido a boa fama dos genuínos, agora em modernas taças com arranjadas combinações moleculares de vidro, atenção para que o comemorar não se torne o embriagar/envenenar com o que hoje predominantemente ainda é veneno do artropode aranha, e que outrora, sob a mansa dança aérea das pétalas de Buganvilias, poderá ser conjugado à salvadores farmacológicos que trarão a saúde e longevidade às ingratas massas humanas. Felicitações de Saulo em Floripa 07.Fev.2009.

Anônimo disse...

Criatura, não havia lido ainda em teu blog a mensagem de aniversário, de teu amigo com replica e treplica. Concordo contigo, e realmente acho a velhice uma bosta, mas como dizia meu velho pai," só não fica velho quem morre novo",e eu fico feliz de ter ficado velho (um pouco rabugento e verdade, outo dia me dei conta porque tantos velhos são atropelado, é que velho pensa que corre, e so se sacode. Abração deste teu velho amigo de armas e quase fechando 64 ( oh que bela data).
Fábio