sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

COM AS MÃOS

TUAREGUE
Óleo sobre tela 70 x 50 cm.
Tema inspirado no livro
"Os sete pilares da sabedoria"
de Thomas Edward Lawrence,
coronel do Exército Imperial conhecido como "Lawrence da Arábia".
Pintar como arte envolve
a criatividade, a técnica
e alguma coisa que se convencionou
chamar de inspiração,
que é apenas o momento adequado,
ocasião em que um certo
estado de espírito provê a decisão
e o empenho necessário
para a confecção da obra.
Produzi esta tela em 1994 e a expus, juntamente com outras,
no Clube Thalia de Curitiba e,
ao contrário das demais,
recusei-me a vendê-la.
Hoje faz parte de meu acervo.




5 comentários:

Ângela Coelho disse...

Linda tela e adorei o "Lawrence da Arábia"; fizestes bem em mantê-la.
Beijos.

J. Carlos disse...

Além de "Beletrista ocasional", como se define, ainda tem uma veia artística que se exprime através da pintura? Parabéns! Gosto dos texto e gostei da tela. Com o que mais o seu talento vai nos brindar no futuro?

Periquita disse...

Mas que prodígio, meu amigo! Então também é um artista plástico além de ser um grande artista das letras? Percebe-se que seu olhar artístico é de fato riquíssimo. Não continua a pintar? Espero que sim.
Alguém como você tem mesmo muito que celebrar a vida.

Abraço forte.

Barcellos disse...

Caro Jair,
Pelo pouco que um leigo pode julgar da obra de um artista, principalmente na tela de um computador, arrisco-me a dizer que é uma obra-prima. E não me venha com falsa modéstia: você compartilha de minha opinião, ou não teria se recusado a vendê-la.
Como não existem tuaregues na nossa vizinhança, ou camelos (exceto em zoos - os camelos, não os tuaregues), fiquei matutando a respeito do modelo que você usou. E achei no site da Wikipedia (o site em inglês) uma bela foto de T. E. Lawrence, de 1917 (Akaba). Abraços.

Adri disse...

Massa!!! Um abracao pai!!