quinta-feira, 10 de setembro de 2009

NÓS E O TEMPO


Nós estamos apenas de passagem, nosso papel de seres pensantes é viver da melhor maneira possível e pelo maior período de tempo que formos capazes, além de ajudar os outros a fazerem o mesmo. O Que acontece depois disso, e como somos julgados pelos demais, escapa ao nosso controle, a posteridade é resultado do que fizermos hoje, assim como o presente é o somatório de nosso passado. O tempo é como um rio que a tudo arrasta impiedosamente, sem que nós tenhamos ascendência sobre ele, ou que possamos influir na sua marcha obtusa e implacável. Tudo que existe é apenas o presente, e é a ele que nos devemos ater independente do que fizemos ou fomos no passado e de como desejamos ser ou fazer no futuro. O homem, às vezes, tem a veleidade de atribuir ao tempo boas ou más influências em sua vida, em sua mesquinhez ou em suas virtudes, mas, ao que parece, esta é apenas atitude de quem desconhece a verdadeira natureza da entidade TEMPO. Tenhamos consciência que o TEMPO não espera, não apressa, não pára e não contempla dúvidas e vacilações, ele desconhece nossas incertezas, desejos e aspirações, ele não nos adula mas, também não nos pune, nós é que somos instrumentos e alvos de nossas falhas e sucessos, o tempo apenas observa indiferente as ações de suas imperfeitas e presunçosas criaturas, que somos nós. JAIR, Floripa, 09/09/09.

5 comentários:

J. Muraro disse...

Em geral, os seres humanos olham o tempo como um aliado se são jovens e saudáveis, e com tristeza e raiva se são entrados em anos e doentes. Essa dicotomia é resultado da não compreensão da natureza imparcial da entidade TEMPO. Teu texto foi muito feliz em focar o tempo sob o prisma do homem, criatura do TEMPO e, ao mesmo tempo, escravo de ideias conservadoras a respeito dele. Belo post, parabéns.

Thi Perini disse...

Olá!
meu comentário - por enquanto - não tem nada a ver com o tema do post.
Achei um link e queria compartilhá-lo com você. Seu blog é um tipo de "veículo do conhecimento"... você está sempre tratando dos mais diversos assuntos e sempre de forma profunda e rica, sempre pormenorizando o maximo possível os assuntos abordados e acho isso superlegal!

Esse link não é legal! Mas mostra o quanto tem gente que precisaria ler seu blog regularmente: http://www.naosalvo.com.br/vc/brazilians-are-not-stupid-parte-1-e-2/

Nil@ disse...

Estou adorando os seus textos sobre a vida e o tempo... tens muito a ensinar, vale a pena te acompanhar!!

Alma inquieta disse...

Jair,

"O TEMPO não espera, não apressa, não pára e não contempla dúvidas e vacilações, ele desconhece nossas incertezas, desejos e aspirações, ele não nos adula mas, também não nos pune, nós é que somos instrumentos e alvos de nossas falhas e sucessos..."

Que prazer ler os seus textos, e este não foge à regra!

Parabéns!

Um beijo.

Alma inquieta disse...

Olá Jair,

por favor, passe pelo meu blog, tem lá um recadinho para si!

Um beijo.