quarta-feira, 29 de junho de 2011

L37R45 3 4L64R15M05



(C450 V0C3 73NH4 D1F1CULD4D3 P4R4 3N73ND3R, NÃ0 73M 1MP0R7ÂNC14, 3U 74MBÉM 73NH0)


05 NÚM3R05 5Ã0, MU1745 V3Z35, 357R4NH05, F0R4M CR14D05 P4R4 3XPR3554R QU4N71D4D35 3 M3N5UR4ÇÕ35, M45, N0 3N74N70, 45 V3235 3L35 53 PR3574M P4R4 35CR3V3R P4L4VR45 QU3 S3R14M 35CR1745 N0RM4LM3N73 C0M L37R45.
N4 L0N64 M4RCH4 D4 HUM4N1D4D3 RUM0 40 D0MÍN10 D0 PL4N374, L060 QU3 53 F0RM4R4M 45 PR1M31R45 46L0M3R4ÇÕ35 C0M0 6RUP05 0R64N124D05 3 4LD3145, 5UR61U 4 N3C3551D4D3 D3 C0MUN1C4ÇÃ0, 4 QU4L 3571MUL0U 0 N45C1M3N70 D4 F4L4 QU3, NUM 357Á610 M415 4D14N73, 08R160U 4 CR14ÇÃ0 D3 5ÍM80L05 P4R4 R3PR353N74R 05 50N5. E5535 SÍM80L05 5Ã0 45 L37R45. 45 1N73R4ÇÕ35 50C1415 D3C0RR3N735, C4D4 V32 M415 C0MPL3X45, F0RÇ4R4M 0 N45C1M3N70 D3 NÚM3R05 QU3 7R4DU21553M 45 QU4N7145 3NV0LV1D45 3M 7R4N54ÇÕ35 0U, M3R4M3N73, P4R4 C0MUN1C4R QUÃ0 L0N63 3NC0N7R4V4-53 D373RM1N4D0 805QU3 D3 ÁRV0R35 FRU7ÍF3R45 0U C3R74 QU4N71D4D3 D3 4N1M415 P455ÍV315 D3 C4Ç4.
0 QU3 5483M05 D4 CR14ÇÃ0 D3 L37R45 3 4L6AR15M05, É QU3 NÃ0 F0R4M 3V3N705 150L4D05, P015 70D45 0U QU453 70D45 45 C1V1L124ÇÕ35 P055U3M 4LF48370 3 51573M4 NUM3R4L. NÃ0 P0R 4C450 05 515T3M45 NUM3R415 5Ã0, N4 5U4 M410R14 35M4G4D0R4, 51573M45 D3C1M415. N47UR4LM3N73 1550 D3M0N57R4 QU3 N05505 D3D05 53RV1R4M D3 B453 P4R4 45 PR1M31R45 C0N745, 4L1Á5, QU4ND0 V3M0S P355045 U54ND0 05 D3D05 P4R4 C0NT4R, 3ST4M05 PR353NC14ND0 UM R35QUÍC10 47ÁV1C0 D45 PR1M31R45 0P3R4ÇÕ35 F31745 P3L0 H0M0 54P13N5.
1M, DOI2, TR3S, QU4TRO, 5INCO, 6EIS, SE7E, 8ITO, NOV9, ZER0 SÃ0 05 4LG4R15M05 U71L124D05 N0 MUND0 70D0. 4551M C0M0 45 R36R45 6R4M471C415 5UR61R4M P0R C4U54 D0 4LF48370, 4 M473MÁ71C4 É UM4 C0N53QUÊNC14 LÓ61C4 D4 3X157ÊNC14 D05 NÚM3R05. 05 4L64R15M05 3 L37R45 F0RM4R4M 0 3M8454M3N70 P4R4 4 D1VUL64ÇÃ0 D0 C0NH3C1M3N70 3 D3R4M S0L1D32 40 QU3 CH4M4M05 D3 CUL7UR4 QU3, 3M 0UTR45 P4L4VR45, É 4 C1V1L124ÇÃ0 N4 QU4L V1V3M05. P015 É, 05 5ÍM80L05 V1V14M MU1T0 F3L1235 C4D4 UM N0 53U QU4DR4D0 QU4ND0 4P4R3C3U UM C4R1NH4 QU3 M157UR0U L37R45 3 NÚM3R05 D3 F0RM4 4 3M80L4R 0 M310 D3 C4MP0. J41R, Floripa, 25/06/11.

5 comentários:

R. R. Barcellos disse...

-XU TXCXRIA UM COMXNTARIO MAIS XXTXNSO SX MXU TXCLADO NÃO XSTIVXSSX COM UM PROBLXMINHA. MAS PARABXNS!

Attico CHASSOT disse...

Meu caro Jair,
é muito impressionante esta demonstração que trazes de quanto nosso cérebro vai rapidamente se adaptam a novos estímulos.
A medida que avançamos no texto vamos tendo uma facilitação na transliteração de códigos e o texto parece se torar mais fluente.
Parabéns por brindares teus leitores com este tão significativo e estimulante exercício,
attico chassot

Adri disse...

Muito bem elaborado..

Leonel disse...

Eu andei meio ocupado, e pulei este post. Agora, estou voltando para ler.
Meu sobrinho uma vez me mandou um texto desse jeito!
Realmente dá pra entender tudo, depois que a gente pega o embalo!
E o Barcellos ainda mostra que até mesmo quando faltam símbolos, o cérebro preenche com a letra certa!
PU74 QU3 O P4R1U!
Abraços, amigo!

António Gallobar disse...

Olá amigo

Isto é do melhor, desisti a meio deixo aqui um abraço para si